function click() { if (event.button==2||event.button==3) { oncontextmenu='return false'; } } document.onmousedown=click document.oncontextmenu = new Function("return false;")

domingo, 2 de julho de 2017

Orgástico


Resultado de imagem para orgástico define




A sincronia entre teu cheiro e 
teu sabor, leva-me a suspeita
da qual não amo uma mulher
mas sim a uma flor,
cuja suavidade e olor, obscurece meu apaixonado juízo ao acariciar a brancura de suas pétalas e o escarlate de suas sépalas sempre repletas de um orvalho onde minha boca e língua buscam a saciedade de uma fome ancestral e de uma sede a qual se esgota na fonte eflúvia que jorra de tuas vertentes abundante e cálidas como se fosse o amor dessa paixão sempre ardente e, embora  eterna, sempre distante.

                          




                                                                       J R Messias

Imagem: google

segunda-feira, 19 de junho de 2017

Brumas

Resultado de imagem para brumas
As névoas que encobrem esta saudade,
São máculas, sombras de um rastro de luz,

Que um dia arderam em meu peito,
um insano querer, abruptamente, transformado
Em penumbras de frieza e abandono
No que antes resplandecia e hoje, obscurece nossos furtivos olhares
Que traduziam tantos desejos e sentimentos.
Agora, estéreis estão estes sentimentos,                                             sob o flagelo da distância, e de nosso obsequioso  olhar,                   a definhar o que antes era  um obsceno desejo de te amar.
                       


                                                   J R Messias

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Parola



Resultado de imagem para  longilínea paixão

Os caminhos traçados pelo coração,
tem uma solidez de sentimentos, tão efêmeros
como as de uma bolha de sabão,
num jogral que a meu coração engana
e meu desejo desmorona e soterrado fica,
a vergar-se pelo peso dos desencontros,
erodindo esta serrana paixão, 
num desaguar de prantos a encaichoeirar 
meu rosto, com o amargor da ilusão
que despeja dor e espanto
nas transversais sinuosidades
das relações amorosas e nas 
esperanças de uma grande paixão.


                                         J R Messias

quinta-feira, 11 de maio de 2017

Gulag

Resultado de imagem para gulagSaudade severa e astuta
Que traduzo na ausência

De teu olhar, numa tal carência
Como se, pelo teu amor, este teu amante,
Ingênuo, ainda debuta.

Distância desmedida e infame
A desidratar-me pela escassez
De teus beijos e, dos meus,
Na maciez de teus seios

Ausência que arde, pujante e eterna
Nesta saudade austera que o tempo
acolhe e nossa paixão revela.


                                      J R Messias

segunda-feira, 8 de maio de 2017

Farewell

Esquivo-me de tua distância
cobrindo com meu relicário de afetos, estas letras que destilam
a tua ausência e defloram  os arquivos onde codifico a impaciência etílica e sadomasoquista desse imutável
viés amoroso que se desalinha e se oculta entre becos e vielas onde, acasalado está,  a chama que alimentou um sonho, embora vacilante, trôpego  e delirante,
que conduzisse o frenesi deste
enjaulado e ejaculado querer,
que de tão corrosivo, dissolveu
as amarras e oxidou as correntes
que atavam-me a esta crença já crepuscular de poder gozar contigo pelos desígnios desta vida, que, melodicamente  deu, o tom e o compasso, daquilo que hoje, morre,
sem um sorriso, um aconchego
ou  o teu abraço.
                                                                                                                                                                                                                                                                          J R  Messias

segunda-feira, 20 de março de 2017

Scribere

Resultado de imagem para scribereSe o que se escreve
não toca a alma ou a emoção,
pelo menos permaneça,
gravado nas  pupilas ou
postado no coração,
pois a luz que as palavras
irradiam, transmitem  sentimentos,
como numa espécie de magia
de quem semeia verbos
para que floresçam
sensações, emoções ou elegias
nesta arte de labutar com as palavras,
que trazemos na alma e no coração,                                             para, enfim, 
metamorfosea-las,
numa simples e emotiva canção.
                            

                                                 J R Messias